Subscribe:

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

BRASÍLIA: Danilo Cabral anuncia criação de Frente em Defesa do Nordeste

Danilo Cabral (PSB) apontou para a necessidade
de maior interesse do governo federal com
a região (Foto: Chico Ferreira/Divulgação)
Da FOLHA DE PERNAMBUCO
charlesnasci@yahoo.com.br

Para responder aos primeiros movimentos do presidente Jair Bolsonaro em relação aos governadores do Nordeste, o deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE) anunciou a criação de uma Frente Parlamentar em Defesa do Nordeste no Congresso Nacional. Segundo o parlamentar, existe a necessidade de aprimorar os mecanismos de diálogos do governo federal com a região. "O Nordeste precisa ser respeitado. Ele é presidente de todos os brasileiros, inclusive daqueles que não votaram nele", afirma.

Em entrevista ao SBT na última semana, Bolsonaro disse esperar que os governadores nordestinos não o procurem para pedir recursos, em resposta à informação de que eles teriam se recusado a pendurar sua foto oficial nos gabinetes. "Espero que não venham pedir nada para mim porque eu não sou o presidente deles. O presidente (dos governadores do Nordeste) está em Curitiba", comentou, se referindo ao ex-presidente Lula, que obteve maior votação nos estados nordestinos. "Essa fala do presidente foi trágica. O Nordeste pode e deve reivindicar suas demandas mesmo tendo escolhido outro presidente", reforça Danilo Cabral, criticando declaração de Bolsonaro para o SBT.

"O presidente teve 30,3% dos votos na região no segundo turno", reagiu o socialista às declarações do presidente da República. O parlamentar destaca que a ausência de representante do Norte e Nordeste no Ministério foi um indicativo de que faltará ao governo uma pessoa com “leitura local” e sensibilidade para os interesses da região. “Além disso, o presidente inaugurou uma nova forma de interlocução política do governo com o Congresso Nacional, priorizando as frentes temáticas ao invés dos partidos políticos, o que nos leva a introduzir o tema Nordeste nesse formato”, acrescenta Danilo Cabral.

O Congresso Nacional conta com 151 deputados e 27 senadores nordestinos. "Nosso objetivo é mobilizar a bancada e criar um espaço de diálogo do Parlamento com o governo federal e com a sociedade", diz. Ele frisa que a região deve ter acesso as políticas públicas e deve ter seus interesses e demandas atendidos. "Estamos falando de uma região que tem 54 milhões de habitantes, responsável por 14% da economia brasileira e onde estão presentes as marcas mais profundas das desigualdades sociais do nosso país. Precisamos reduzir desigualdades regionais, gerar oportunidades de emprego e fazer os investimentos necessários para a melhoria da nossa infraestrutura, como garantir o acesso a água, bem como garantir as políticas sociais"
, declarou.

"Não vamos admitir que o Nordeste volte a ser visto de forma discriminatória e preconceituosa. Diferentemente do que pensam muitos, o Nordeste é parte da solução do Brasil", afirma Danilo Cabral. O deputado disse esperar que o presidente atenda a solicitação, feita nesta segunda-feira (7), de audiência do governador Paulo Câmara para debater a continuidade de projetos importantes em Pernambuco. Reeleito para o terceiro mandato, Danilo Cabral espera fazer a instalação da Frente já nos primeiros dias da nova legislatura. Senadores e deputados tomam posse no dia 1º de fevereiro.