Subscribe:

sábado, 15 de agosto de 2020

"Se o candidato está na lista é porque realmente não foi um bom gestor", afirma presidente do TCE-PE

Foto: Divulgação/Reprodução
Da REDAÇÃO, com TCE-PE E BLOG DO JAMILDO
charlesnasci@yahoo.com.br

Do presidente do Tribunal de Contas de Pernambuco, Dirceu Rodolfo, sobre a lista dos prefeitos e gestores públicos que tiveram contas julgadas irregulares pelo TCE, nos últimos oito anos, e que foi entregue ontem (14.08) ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE): "Essa lista responde de forma de muita clara a seguinte pergunta: o candidato foi um bom gestor? Se a pessoa está nela é porque realmente não foi, seja por questão de legalidade, legitimidade e até questões mais graves, e aí partimos para o campo da malversação do dinheiro público e, logicamente, todos esses encaminhamentos tem por trás deles uma questão de improbidade dolosa".

Você também viu?
Prefeito de Casinhas, João Camêlo, na lista de contas rejeitadas pelo TCE que acaba de ser entregue ao TRE

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Frederico Neves, também destacou a importância da lista entregue pelo TCE. "O gestor público que observa as leis, cumpre com sua obrigação. Aquele que todavia não cumpre a legislação, haverá de responder pelas consequências de seus atos", disse ele. Segundo o desembargador, a lista será analisada pelos juízes eleitorais, que vão decidir pela inelegibilidade ou não dos candidatos. No total, o TCE considerou irregulares 1.148 contas, o que tornaria esses políticos inelegíveis.

OUÇA MAIS NA REPORTAGEM DE GERALDO MOREIRA: